O Arquivo Pessoa está online




A base de dados Arquivo Pessoa e o portal MultiPessoa estão disponíveis na internet. Com concepção e direção de Leonor Areal, este portal é a atualização do CD-ROM MultiPessoa - Labirinto Multimedia, co-editado em 1997 pela Texto Editora e pela Casa Fernando Pessoa. O projeto tem como patrono o Instituto de Estudos sobre o Modernismo da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas. A ideia de transpor para a web aquilo que fazia parte do CD-ROM MultiPessoa editado nos anos 90 surgiu aos pesquisadores pela dificuldade prática de se estar constantemente a atualizar um CD-ROM e por este já não se encontrar à venda.

O Arquivo Pessoa (pode ser acessado aqui) é uma base de dados da maior parte da obra pessoana e tem capacidades de pesquisa de texto complexas. A recolha de textos para o projeto baseou-se nas edições principais da obra do escritor português, mas não em todas. Estão lá as primeiras edições de cada livro e, em alguns casos, versões posteriores. A edição online, no estado atual, reproduz a base de dados editada em 1997 (a que já estava no CD-ROM). Em breve, serão atualizados alguns textos cujas versões corrigidas foram entretanto publicadas e serão também adicionados os inéditos publicados mais recentemente. O objectivo final é colocar à distância de um clique, num processo de atualização regular, toda a obra editada de Fernando Pessoa. Além de poemas do poeta e dos vários heterônimos podem ser consultados textos filosóficos, correspondência, textos de auto-análise, escritos ocultistas etc.

Integrado ao projeto está o Portal MultiPessoa, “um instrumento didático”. Na seção Labirinto, por exemplo, o leitor encontra uma seleção antológica de textos de Fernando Pessoa em 13 percursos temáticos organizados em hipertexto, através do qual o leitor pode navegar (Vida e Obra, Obra Pública, Ocultismo, Fausto e Portugal são alguns dos percursos possíveis). Mais tarde, além de ficheiros áudio, será incluída a sessão Pessoana, uma espécie de Wikipédia com citações de textos de crítica literária sobre Pessoa e ainda uma secção de vídeos e jogos.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Os segredos da Senhora Wilde

Os mistérios de "Impressão, nascer do sol", de Claude Monet

Andorinha, andorinha, de Manuel Bandeira

Desaguadouro de redemunhos. Grande sertão: veredas

Por que Calvin e Haroldo é grande literatura: sobre a ontologia de um tigre de pelúcia ou encontrando o mundo todo em um quadrinho

Boletim Letras 360º #323

Engagement, de Theodor W. Adorno*