Festival Literário de Pipa



Terá lugar na Praia de Pipa (Tibau do Sul / RN) o 1º Festival Literário de Pipa. O evento será realizado da quinta-feira, 24 de setembro, ao sábado, 26, com personalidades potiguares e do Brasil.

Ao todo serão dez mesas literárias, com presença de nomes como Danuza Leão, Ronaldo Correia de Brito, Marina Colasanti, Daniel Piza, Heloísa Buarque de Hollanda, entre outros autores; quinze oficinas dentro do projeto inédito Pipinha Literária envolvendo 15 profissionais, entre professores, mestres, escritores e arte-educadores e ainda a oficina “A Preparação do Escritor”, com o escritor Raimundo Carrero.

A festival também conta com a Livraria Oficial do FLIPIPA-Siciliano, tenda de debates (uma estrutura climatizada com capacidade para 300 pessoas sentadas), espaço de autógrafos, a presença do Sebo Vermelho e um dos maiores editores de livros do RN, o sebista Abimael Silva, além de vários lançamentos de livros, shows musicais com Perfume de Gardênia, Carlos Zens, Galvão Filho, Cleudo Freire, Donizete Lima, Edja Alves, Rachel Alves e Alvamar Medeiros.

*

Na quinta-feira estarão presentes a escritora e jornalista Danuza Leão, que falará sobre o tema “Literatura, jornalismo, memórias”, tendo como mediador o jornalista Woden Madruga. Danuza, que é colunista da Folha de São Paulo e acaba de lançar suas memórias no livro “Quase Tudo”, abordará assuntos que vão do universo cultural ao meio jornalístico.

Com o tema “Literatura e Viagens”, a escritora Marina Colasanti também é presença no primeiro dia do Festival Literário, tendo como mediadora a jornalista e professora Josimey Costa.

Ainda no mesmo dia, a mesa “Clementino Câmara: Do nascimento em Pipa à Censura no Estado Novo”, resgata a obra deste professor e escritor considerado um dos maiores intelectuais nascidos na região. Estarão na mesa o professor e escritor Geraldo Queiroz, com mediação do professor Humberto Hermenegildo.

*

A sexta-feira será aberta com a mesa literária “Hélio Galvão: a cultura praieira”, tendo as participações de Sanderson Negreiros, Diva Cunha e Gilmara Benevides, em uma radiografia da trajetória humana e da riqueza cultural produzida pelo historiador e etnógrafo potiguar.

A segunda mesa da programação será “A Cultura das Periferias”, tendo como convidada a escritora e professora Heloísa Buarque de Hollanda, e como debatedor o escritor pernambucano Raimundo Carrero mediados pelo jornalista e escritor Carlos de Souza.

A terceira mesa do dia 25 abrirá com a exibição do documentário “Um Paraíso Perdido”, dirigido pelo escritor e jornalista Daniel Piza com fotografia de Tiago Queiroz. O curta de 24 minutos reconstitui a viagem à Amazônia realizada em 1905 pelo escritor Euclides da Cunha com o tema “A Amazônia de Euclides”, completando este mergulho no universo pouco explorado da obra euclideana — a sua relação com a natureza e a ciência.

Piza, que além de escritor é jornalista do jornal O Estado de São Paulo-Estadão, refez ele mesmo a viagem do escritor de Os Sertões. A mesa terá como mediador o jornalista e crítico literário Tácito Costa.

*

O último dia do Festival Literário da Pipa terá uma diversificada temática nas quatro mesas literárias. Às 16h começa a mesa “O romanceiro potiguar”, com participação da Doutora em Letras pela Universidade Federal da Paraíba, Lílian Rodrigues, e do professor potiguar Luiz Assunção.

O debate seguinte resgata a obra do maior romancista da região, Homero Homem de Siqueira, poeta potiguar de relevância nacional e autor de livros importantes como Terra Iluminada, País do Não Chove e Lá Fundamental, além dos romances Cabra das Rocas e Menino de Asas. Quem dá voz às reflexões sobre o escritor são Ney Leandro de Castro, Dorian Gray e Marize Castro.

A última mesa em Pipa recebe o escritor vencedor de 2009 do Prêmio São Paulo de Literatura, o escritor cearense Ronaldo Correia de Brito, que falará sobre o seu romance Galiléia, considerado um dos melhores livros lançados este ano. Participam da mesa o escritor Moacir Cirne e o jornalista Osair Vasconcelos.

Entre os lançamentos de livros estão Cruzeiro de Pipa, do museólogo Hélio Oliveira,  Ykamiabas, de Regina Melo, O Aprendiz da Liberdade, de Marlene Dantas Santana. Hélio Galvão, o saber como herança, de Gilmara Benevides, Tato sagrado dos Deuses Hindus, de Sri Madana Mohana, além dos autores participantes das mesas, que autografarão suas obras após os debates.


* Informções do portal de notícias No Minuto.com

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Os segredos da Senhora Wilde

Os mistérios de "Impressão, nascer do sol", de Claude Monet

Andorinha, andorinha, de Manuel Bandeira

Desaguadouro de redemunhos. Grande sertão: veredas

Por que Calvin e Haroldo é grande literatura: sobre a ontologia de um tigre de pelúcia ou encontrando o mundo todo em um quadrinho

Boletim Letras 360º #323

Uma foto, Salinger!