Postagens

Mostrando postagens de Outubro 19, 2017

História da menina perdida, de Elena Ferrante

Imagem
Por Pedro Fernandes


A leitura integral dos romances de Elena Ferrante levará o leitor a uma compreensão de que sua literatura prima pelo desconcerto da existência. E a extensa história das amigas Lena e Lila, faces dicotômicas – no sentido não de mera oposição mas de posições e perspectivas distintas entretanto marcadas pela interrelação entre uma e outra –, atesta essa compreensão. História da menina perdida, o ponto final de um romance cujo interesse é oferecer um panorama acerca de Nápoles à maneira do que outros escritores do realismo e do naturalismo fizeram de suas cidades (embora a própria narradora encerre acreditando-se incapaz de ter alcançado essa possibilidade), é a confirmação sobre o grande desencontro entre o sujeito e o mundo. A vida é um mover-se e não importa a maneira como o fazemos, se nos apegamos às nossas raízes e lutamos para reverter os lugares comuns ou se esquecemos delas numa espécie de fuga do destino, estaremos reduzidos sempre à mesma e dispersa incógnit…