Postagens

Mostrando postagens de Janeiro 30, 2020

Johnny vai à guerra, de Dalton Trumbo

Imagem
Por Pedro Fernandes




A obra de Dalton Trumbo como roteirista, considerando os trabalhos que sabemos seus, é uma das mais vastas entre os criadores para o cinema. Perseguido e amplamente censurado pelos Estados Unidos no âmbito dos cinzentos anos de Joseph McCarthy, soube-se que muitos outros textos assinados por terceiros vieram da sua invejável imaginação criativa. Em literatura, se considerarmos os impedimentos estatais e a grandiosa produção como roteirista, Trumbo foi autor de uma obra também significativa; entre as criações nesse campo estão romances, peças e ensaios. Na primeira forma, se mostrou sempre interessado em pelo menos duas frentes: captar seu remoto e pacato passado em Montrose, onde nasceu, ou Grand Junction, onde viveu dos três anos até sua entrada para a Universidade do Colorado, na adolescência. 
Deixou uma peça, The Biggest Thief in Town (1949), um livro de ensaios, The Time Out of the Toad (1972) e de textos de safra variada, Night of the Aurochs (1979). Sua estr…