Postagens

Mostrando postagens de Abril 26, 2018

O dom, de Vladimir Nabokov

Imagem
Por Pedro Fernandes


Há escritores que dedicaram toda uma vida na escrita de um só livro. Alguns, com esse desejo universal conseguiram a proeza de escrever mais de um que se destaca no âmbito de seu projeto literário. Estes são pouquíssimos. E entre estes não se encontra Vladimir Nabokov. A afirmação poderá parecer arriscada para um leitor estagiário na sua obra, mas não é vazia ou produto de uma suposição profética. Ela se apoia na leitura de vários textos sobre outros livros do escritor russo-estadunidense que sublinham mais ou menos o mote a partir do qual se constrói suas narrativas: um escritor em busca da obra ideal se debruça no seu projeto, escreve, alcança o feito, e o feito é a própria obra que o leitor tem em mãos com a assinatura de Vladimir Nabokov.
É possível que este procedimento varie, obviamente; mas, em linhas gerais o mote de composição se estabelece: o escritor encerrado em seu labirinto de obsessões trabalha as matérias que tem ao seu alcance, grande parte delas …