Jorge Lucio de Campos



O poeta Jorge Lucio de Campos teve poemas seus incluídos na 3ª edição do caderno-revista 7faces, publicada em finais de 2011. Agora, está lançando pela Bookess e pela Clube de Autores, em versão impressa e em e-book, três coletâneas Os nomes nômades, Paisagem de noites e A realidade da pedra. Trata-se de uma versão revisada de suas cinco primeiras coletâneas, já esgotadas, Arcangelo (EdUERJ, 1991), Speculum (EdUERJ, 1993), Belveder (Diadorim/UNESA, 1994), A dor da linguagem (Sette Letras, 1996) e À maneira negra (Sette Letras, 1997), agora reunidas nestas três. 

Jorge Lucio de Campos é do Rio de Janeiro. Graduado em Filosofia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) onde cursou ainda o Mestrado em Filosofia, o Doutorado e um Pós-Doutorado em Comunicação e Cultura. Atualmente exerce a profissão de Professor em Análise da Informação, Introdução à Arte Contemporânea, Pensamento e Visualidade e Questões de Estética e de Teoria do Design na Escola Superior de Desenho Industrial, da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), de Teoria da Comunicação I e II da Universidade Candido Mendes (UCAM) e de História da Arte (UNIVERSO). 

Sua produção não finda na poesia. Também é ensaísta e publicou, além dos verbetes relativos à arte brasileira do Dicionário Oxford de Arte (do qual também foi responsável pela revisão técnica), de Ian Chilvers, Harold Osborne e Dennis Farr (Martins Fontes, 1996), os livros Do simbólico ao virtual: A representação do espaço em Panofsky e Francastel (Perspectiva/EdUERJ, 1990) e A vertigem da maneira: Pintura e vanguarda nos anos 80 (Diadorim/EdUERJ, 1994), relançado como A vertigem da maneira: Pintura e pós-vanguarda na década de 80 (Revan/FAPERJ, 2002). 

Ligações a esta post
Leia os poemas de Jorge Lucio publicados na 3ª edição do caderno-revista 7faces, indo aqui.  


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Cortázar forasteiro

Dez poetas necessários da nova literatura brasileira

Coral, de Sophia de Mello Breyner Andresen

Os segredos da Senhora Wilde

Cortázar de A a Z

O que é a Literatura?, de Jean-Paul Sartre

Dez mulheres da literatura brasileira contemporânea