Porque a poesia é fêmea



Vamos movimentar a fan page do Letras? Com esse chamado todos os leitores e seguidores da fan page do Letras in.verso e re.verso no Facebook foram acordados para uma promoção relâmpago que quer somente duas coisas: brindar alguém com um livro e celebrar o Dia Internacional da Mulher à altura das mulheres. E, na melhor que poesia; porque a poesia é fêmea. Os que estiverem de passagem por aqui confiram o regulamento abaixo e vamos participar.

É o seguinte: hoje, de hora em hora estaremos postando o poema de uma poeta e aí os nossos amigos também podem participar desse Sarau Virtual. Veja como participar:

- Compartilhar o banner (semelhante ao da imagem) que está hospedado no topo da time line da fan page;

- Enviar via mensagem para o Letras um poema de uma poeta (o poema é analisado e publicado por nós - abrimos um álbum especial para marcar a data);

- No fim do dia, o poema mais compartilhado ganhará uma edição de Um útero é do tamanho de um punho, da poeta Angélica de Freitas, Editora Cosac Naify.

- Os poemas podem ser enviados até às 21h; obedeceremos a ordem de chegada.

- Os poemas devem vir identificados por nome da autora e a edição de onde foram copiados. Somente esses poemas seguirão para análise e publicação.

- O resultado do sorteio sairá no sábado junto com o Boletim semanal publicado na fan page e aqui no blog.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Os segredos da Senhora Wilde

Em busca da adolescente que abriu caminho a Virginia Woolf e Sylvia Plath

Boletim Letras 360º #298

Das mentiras que contamos sobre as vidas que não vivemos

João Cabral olha Joan Miró

O projeto é escrever. Um perfil de Mario Levrero

José Saramago, o ano de 1998

A vida e a arte de Sylvia Plath

As últimas testemunhas, de Svetlana Aleksiévitch

Poesia e desordem