Dois lapsos poéticos


Peça 1
‎E dentro de mim
- entranhas estranhas -
terras de sombras
se formam todas as dores do mundo

Peça 2
E já um dia disseram
que um dia tudo seriam flores
morreram os que disseram
e o tempo dos espinhos
ainda está no começo

* Acesse o e-book Palavras de pedra e cal e leia outros poemas de Pedro Fernandes.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Os mistérios de "Impressão, nascer do sol", de Claude Monet

Kimani. A representante do Brasil na Copa do Mundo de Slam

Boletim Letras 360º #377

Sôbolos rios que vão, de António Lobo Antunes

Dossiê James Joyce: um guia para entender "Ulysses"

New Orleans, Faulkner e o jazz